segunda-feira, 24 de janeiro de 2011

Soneto - Amilton Maciel Monteiro

A vida é mesmo assim...


Quase tudo na vida é mesmo assim:
Um dia, estamos bem, em outro não,
No emprego, no amor, na sorte, enfim
Até mesmo no humor e na razão!

Nesse caso, o que importa para mim
É que eu receba tudo bem, senão
Vou passar a viver um eterno esplim,
Perdendo amigos bons e até o chão...

Ninguém suporta andar ou conviver
Com quem briga com o mundo a três por dois,
Porque não tem na vida só prazer!

É duro de agüentar tanto azedume
Até da gente mesmo e... depois
Inda querer que o outro... que se arrume!

Amilton Maciel Monteiro
05.01.2011

Nenhum comentário:

Postar um comentário