sexta-feira, 14 de janeiro de 2011

Trovas - seleção de Ademar Macedo

O acaso foi caprichoso
e agendou tua chegada,
mas o destino, maldoso,
te fez página arrancada!

ELISABETH SOUZA CRUZ – Nova Friburgo-RJ

Pirilampos – trovas soltas
nas ribeiras do sertão,
são faíscas semi-envoltas
nas tintas da escuridão.

ANTÍDIO AZEVEDO – RN

Eu e tu, duas metades
que a vida vai separando...
Eu e tu, duas saudades
na saudade se encontrando...

IZO GOLDMAN – São Paulo-SP

Perdê-la, sempre me assusta,
vivo em sua dependência,
só eu sei quanto me custa
suportar a sua ausência.

ADEMAR MACEDO
Movimento UNIÃO CULTURAL – Seção Natal-RN-Brasil

A dor que meu peito invade
vem sempre quando eu me deito:
de tanto sentir saudade,
já tenho um calo no peito!

EDMILSON F. MACEDO

Nenhum comentário:

Postar um comentário